terça-feira, 3 de março de 2009

Tudo a condizer













No outro dia fui visitar uns amigos duns amigos. Passado um tempo de os conhecer chega aquele momento, aquele em que as mulheres se separam dos homens (sabe-se lá por graça do quê) e me arrastam para a célebre esperada (not) visita à casa inteirinha. E se eu algum dia dissesse que não me interessa minimamente os cantinhos todos da casa, iria ofender alguém? Na suspeita disso acontecer vou sempre com um sorriso que espero não seja tão amarelo por fora como o é por dentro. E lá vou eu de quarto em quarto, “ahh, hmm, hmm”. E mais um “ e aqui é o nosso quarto” . Ohh, valha-nos, ok, ela está a olhar para mim, espera algo, eu sei que espera algo... olho para todo o lado, para cima, para baixo, para os lados... valha-nos, vou sorrir, pode ser que isso sirva. Ela sorri de volta e diz “ Está a ver, os cortinados combinam com o tecido das almofadas”. Salva pelas palavras da dita. Ahh, pois é, que giro, pois, pois é. E é nestas coisas que eu fico a pensar depois, espero não ter ofendido a dona da casa, espero ter feito o meu papel e que ela pense o quanto me admirei pela combinação cortinados-almofadas (NOT). Quando na verdade, WTF????

(ao procurar uma imagem de acompanhamento do post encontrei uma série imensa de cortinados e almofadas a condizer, e penso...eu devo ter algum problema grave)

7 comentários:

G! disse...

já somos dois a sofrer desse problema... WTF mesmo!

lookin at the bright side: vives num pesadelo, mas num pesadelo a condizer...

Rita F. disse...

Eh, eh, concordo em absoluto, "tudo a condizer" é uma coisa tenebrosa. Para mim, que vivo num país onde, ao contrário de Inglaterra, por exemplo, as casas são civilizadas e têm persianas, o próprio conceito de "cortinados" é muito estranho. Não tenho necessidade de cortinados, em tendo persianas. De modo que cortinados a condizer com colchas ainda é mais terrível, acho eu.
E quando as casas têm azulejos até meio da parede e depois parede normal até acima? Não sei se me estou a fazer entender bem, mas lembrei-me disto agora. É que também acho muitíssimo feio.
Era só para dizer isto.

ecila disse...

G! lol, pesadelos a condizer, muito boa ;)

Rita F. o que eu gosto de casas sem cortinados, na Alemanha e Holanda é muito assim. Adoro andar na rua e ver as casas das pessoas (desde que nao me arrastem para dentro e ver as divisoes), principalmente no Natal. Nao sei se isto se confesse, he he ;)

Na verdade nao quero mesmo saber como as pessoas decoram as suas casinhas, mas é só que o meu limitado cérebro nao capta certas coisas como cores de cortinados a condizer com as molduras (ou colchas, terrivel de facto) ;-) e nao consigo entender o valor da coisa, por muito que me esforce. E a minha maravilhosa mae é decoradora, imaginem...

Ariadne disse...

Sabes que aprendi com uma francesa que isso de andar a mostrar casas é muito alemao. De facto, quando dei por mim, lembrei-me que até eu mesma já me rendi ao hábito, que de portugues nao tem nada. Sempre se mostra aos pais e avós, para estes ficarem com a ideia de que a vida nos corre bem, mas a tudo o resto?... É o mal de uma integracao relativamente bem sucedida, uma pessoa perde-se nos usos e costumes...

ecila disse...

Ariadne, o que conto aconteceu em Portugal. Nao é por mal, acho mesmo que é com gosto que as pessoas o fazem. Sentem-se bem principalmente se têm orgulho na decoracao da casa.

Mas também já me aconteceu semelhante aqui na Alemanha, com duas diferencas: nao vi cortinados a condizer com almofadas ou colchas (nao quer dizer que nao existam, eu é que nao vi) e as mulheres nao se separaram de ninguem, foi mesmo tudo arrastado (o que sempre evita aquele revirar de olhos interior que sofro nas separacoes forcadas). Por aqui é mais o estilo "cool moderno"...as minhas definicoes decorativas ;-)

Silvares disse...

:-) O problema é que, mesmo condizendo, as cortinas e as almofadas têm muito pouco em comum que possa constituir motivo de orgulho.
Isto faz sentido? Seja como for, almofadas que condizem com cortinados, também não fazem tanto sentido quanto isso.
:-(
Obrigado pela visita.
Mais logo vou ver Watchmen, é às 21h05minutos. Já faltou mais
:-D

ecila disse...

Silvares, estou à espera que watchmen fique em exibicao nos cinemas de versao original, ainda nao vai ser esta semana :-P Aproveita a vantagem de viver num país sem dobragens :)