segunda-feira, 7 de setembro de 2009

A liberdade

A frase "Que alguém seja livre a vida inteira. Já nem me interessa quanto dura uma vida." do maravilhoso Novo Mundo mexeu comigo. Sermos livres nem sempre é fácil, mas gosto da ideia de liberdade. Acho mesmo que a minha vida, sem saber como, corre para a liberdade. Como se o Universo inteiro me pressionasse a ser livre, ainda que todas as amarras cerebrais (ou serão sociais, ou serão o mesmo) me queiram manter presa. Uma a uma vou cortando as cordas. Não tarda voarei. Eu sei. Sinto. E depois ninguém me apanha. Serei mais um ponto feito de estrelas.

(imagem daqui)

7 comentários:

Anônimo disse...

um abraço.

Isabel do Novo Mundo

subtilezas disse...

grandes novidades por aqui. boa boa, vou devorar as sugestões. quando tiver novo poiso aviso (não sei ainda se vou comprar crédito na wordpress pois mesmo a blogspot tem limite de uploades)

ecila disse...

Isabel um grande abraço :-)

ecila disse...

subtilezas, nao tinha conhecimento do limite de uploads, nem do crédito. Podes sempre continuar com um do blogspot até este chegar tambem ao limite ;-) e depois mudas para o sapo he he. Nao esquecas é de avisar o pessoal :-)

jellyfish disse...

I hope I understood everything well, more or less...

I think that the extent to which one acts in accordance with one's freedom is what differentiates people. This is what i meant by "losing our genuineness one we reach maturity" in my "I am whatever you allow me to be" post.

Beautifully written! This is what I call genuineness and authenticity
http://en.wikipedia.org/wiki/Authenticity_(philosophy)

ecila, my hero!

ecila disse...

jellyfish, thank you very much! I read a beautiful post in the blog Novo Mundo (New World) belonging to a great writer called Isabela. She was concerned that sparrows were drinking from dirty water on the floor and that they might get sick. Then, when the sparrows flew away she realized how free they were, the fact that dirty water might harm them got less important when in contrast on how much free they were. It is a short meaningful text, brilliant :)

jellyfish disse...

beautiful, indeed!